quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Vida em Harmonia com a Natureza

Vida em Harmonia com a Natureza


Revelando a Beleza da Humanidade


Prefácio

A sociedade moderna está a evoluir gradualmente para um mundo de contatos não humanos. Longas visitas para os mundos virtuais causam uma retirada inevitável da interação humana. Escassez de contato humano Permite que o ego possa ganhar o domínio. Isto resulta em más relações interpessoais. As pessoas só se preocupam sobre como rico ou o quanto são Elas estão no controle. Pisando no mundo do abstrato cibernético é uma opção perigosa para a raça humana. Temos de perceber que a busca para o avanço da tecnologia, riqueza e status não são mais do que apenas experiências no processo da vida. Não é, no entanto, um meio para um fim.

O avanço da ciência e da tecnologia marca o sucesso do século 20. Contribui para o mundo em termos de estilo de vida e conforto. Contudo, a modernização não foi totalmente conheceu a expectativa de vida. Devido à ignorância dos seres humanos, o meio ambiente foi destruído. Os recursos naturais estão esgotados a uma taxa indevida. A Terra, onde todas as vidas dependem, está dilacerada pela ação humana. Os danos crescentes e da deterioração da camada de ozônio criar climas irregulares, frio severo, secas extremas, tsunamis imprevisíveis, fome generalizada, e pandemias. As conquistas do mundo moderno não trazem prosperidade ou segurança. Nossas Comunidades Porque muitas pessoas se desintegraram alfabetização FALTA espiritual.

    O século 21 é um tempo de despertar, um momento em que a beleza intrínseca da humanidade deve ser expressa. A Natureza é parte de nós e nós somos parte da natureza. Se você sobreviver sem a realidade da natureza, que se assemelha a uma árvore balançando na superfície da areia movediça sem raízes espalhando. Devemos seguir o caminho da natureza e viver com a verdadeira essência da vida. A natureza é altruísta e incondicional. Serve sem desejo de recompensa ou reconhecimento. Natureza, porque toca o nosso coração está sempre dando. Não anseiam por status ou riqueza ou poder, nem julgar ou discriminar. Ele fornece oportunidades para aumentar a serenidade e equilíbrio.

Modernização e industrialização criaram extremidades distintas entre os ricos e os pobres. Nosso mundo competitivo Intensificação tem apenas o nível de estresse de esforços humanos com medo e agonias. O nosso futuro parece sombrio, e nossa comunidade caiu distante. A população está espiritualmente desidratado. As pessoas começam a viver em confusão confuso, capturado por conceitos equivocados, distorcida de subsistência, a fé religiosa desconcertado, valores errados, e senso de beleza enganosa. A fim de remover estas condições indesejáveis, é preciso reconectar com a Mãe Natureza. Talvez se possa considerar a redefinir o verdadeiro significado de valor e expectativa. É necessário estimular uma resposta receptiva para afirmar a autenticidade da dignidade e respeitabilidade para com a vida.

A missão da Federação Internacional de Amor a Natureza é encorajar um novo vínculo com a natureza, e criar uma natureza 'nova' ,amar a cultura projeta um estilo de vida sofisticado Isso, e um conjunto de "novo" código de moral e valores. Temos de demonstrar o nosso amor para a Mãe Natureza, a valorizar a vida, para expressar nossa beleza interior, e para recuperar a nossa harmonia com a natureza. Temos como objectivo para uma grande união na terra, de modo que as pessoas compartilhem a alegria de coexistência pacífica, uma tarefa de esforço interminável. Portanto, vamos aprender com a Mãe Natureza.


Tzu Wang Kuang,
O Presidente Fundador da Federação Internacional de Amor a Natureza (INLA)


domingo, 11 de janeiro de 2009

Fotos do Santuário Kuan Yin











Ao Mestre Tâ Kuan San Tchuin (Mestre Chen)







TSAN TIIEN ZAN
, conhecido por Mestre Chen, nasceu em 16/1/1924 em Taipei, Taiwan.

Em 1948 recebeu o TEN-TAO. Em 1950 recebeu a Ordem Divina.
Em 1961 chegou ao Brasil juntamente com mais quatro pessoas.
Permaneceu no Brasil por 22 anos, divulgando o TEN-TAO. Retornou ao Céu de Origem em 16/8/1983.


TSAN TIEN ZAN, o nosso mestre Chen, recebeu a incumbência de YEN TIE TA TI para vir ao Brasil juntamente com mais quatro pessoas com o objetivo de trazer o TEN-TAO para o mundo ocidental. Fez uma cansativa viagem de navio que durou 40 dias. Ao chegar aqui, encontrou muitas dificuldades, tendo que trabalhar na lavoura. Devido à sua inabalável fé, comoveu o Céu, e em fevereiro de 1963 conseguiu abrir seu primeiro Santuário, chamado Seitoku, na Rua São Joaquim, no Bairro da Liberdade, em São Paulo.

Em outubro de 1963, ele transferiu o Santuário Seitoku para o bairro da Vila Mariana. Nesse local muitas pessoas receberam o TEN-TAO. Em 1965 mudou-se para o bairro do Jabaquara.
Em 1973 o Santuário Seitoku deslocou-se para a cidade do Rio de Janeiro, criando uma raiz muito forte e divulgando o TEN-TAO de maneira incessante até hoje. Através do Santuário Seitoku, foram abertos muitos outros santuários filiais por todo o Brasil.

Mestre Chen, em sua missão de pioneirismo e desbravamento em divulgar o TAO durante seus 22 anos de vida no Brasil, não mediu esforços em seu trabalho. Sem se abalar com chuvas ou vento forte, percorreu 17 estados brasileiros. A sua convicção em divulgar o TAO era tão grande que, mesmo afastado de sua família, jamais retornou à sua terra natal. O sofrimento e sacrifício que Mestre Chen trilhou não podem ser suportados por pessoas comuns. O seu espírito de renúncia e dedicação por nós, só pode ser comparado às virtudes dos grandes santos.
Mestre Chen nos deixou algumas frases:


“Sendo discípulo do TAO, usarei meu corpo para purificação e minha sabedoria como espada para cortar os sentimentalismos mundanos. A vida toda serei brasileiro e, junto a este povo, suportarei todos os sacrifícios.”


“Por toda a vida não se deve esquecer do espírito de gratidão universal e da prática da virtude através do TAO”.


“A prática da purificação espiritual promove a presença da alegria e felicidade ao seu redor”.


Todo objetivo de sua vida resumiu-se em uma frase:

“Com um só coração íntegro, expandir o TAO. Com uma só determinação, salvar as pessoas”.

O grão-mestre e chefe da linha Pao Kuan, YEN TIE TA TI, retornou ao Céu de Origem em 1982, deixando como seu sucessor TIYO TIEN ZAN, o qual recebeu um cargo de grande responsabilidade: divulgar o TAO em todo o mundo. No entanto, ficou adoecido pelo excesso de trabalho e veio a falecer em 1984.


Conforme recomendação do Grão-Mestre, devemos ter três coisas em grande quantidade:

1- Encaminhar pessoas novas ao TEN-TAO.

2- Abrir novos Santuários do TEN-TAO.

3- Formar irmãos do TAO vegetarianos para agradecer verdadeiramente aos Grandes Mestres.
Devemos, por fim, praticar as recomendações acima detalhadas.

Todos os irmãos do TAO devem ter um coração unido e um só objetivo, para cuidar da evolução e progresso deste Santuário Central. Cada um deve cultivar o máximo sentimento de devoção e sinceridade para praticar o TAO. Só assim não iremos desmerecer todas as dádivas enviadas pelo Céu e poderemos retribuir por toda a compaixão de LAUMU, dos Patriarcas e dos Mestres Iluminados.